top of page
  • Foto do escritorElisa Camarote

Podcasts de psicanálise

Nos últimos anos estamos observando uma onda de disseminação do conhecimento psicanálitico, de forma gratuita em diferentes mídias e formatos. Se você tem interesse em "escutar mais sobre isso" e adentrar este universo através do conhecimento teórico, os ensinamentos de Freud e de tantos outros psicanalistas estão acessíveis em formato de áudio.


Nesse post trago a referência de alguns dos podcasts que tenho gostado de escutar. Fiz uma pequena seleção que contempla uma varição de roteiros, estilos e locução, todos eles criativos, bem produzidos e recheados de conteúdo qualificado.

Espero que gostem, boa escuta!





Descrição: "Neuras cotidianas e manias serão assunto das conversas entre a escritora Tati Bernardi e o psicanalista Christian Dunker no videocast "Desculpa o Transtorno". São casos reais, como o de uma mulher que tem vontade de fazer xixi toda vez que se depara com um prato de comida; outra que troca toda peça de roupa que compra; e uma que chega a comer 80 balas em um dia e 14 picolés em uma semana.Quer participar do programa? Tati e Christian vão receber as histórias pelo e-mail desculpaotranstorno@bol.com.br e debatê-las a partir do olhar da psicanálise."




Descrição: "Freud explica ou Freud implica? Já passou da hora da psicanálise descer de sua “torre de marfim” e se tornar mais acessível (no sentido mais amplo do termo).

Neste podcast, o professor e psicanalista Alexandre Patricio abordará temas do cotidiano sob a ótica da teoria psicanalítica. Porém, quem disse que não dá para entender a psicanálise de uma forma mais leve e prática, fugindo dos jargões acadêmicos?Como em uma mesa de bar, estaremos sempre cercados de amigos e convidados que irão participar frequentemente das conversas."




Descrição: "Esse podcast foi desenvolvido pelo Grupo Brasileiro de Pesquisas Sándor Ferenczi e ajuda a entender a psicanálise de um jeito autêntico, irreverente e empático, mesmo quando você não está no divã. A cada sexta feira, um psicanalista do GBPSF apresenta um texto de Sándor Ferenczi, o enfant terrible da Psicanálise."

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page